quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Mestrando Paulo Ricardo - Capoeira Jireh - Juiz de Fora - MG

 
Mestrando Paulo Ricardo 
 
Locais de Treinamento:
Academia Espaço Fitness
Avenida Olavo Bilac, 505 - Cerâmica - Juiz de Fora/MG
Segundas e Quartas das 20:00 às 22:00hs
 
 Academia Pumping Fight
Rua Batista de Oliveira (esquina com Marechal Deodoro)
Centro - Juiz de Fora/MG 
Terças e Quintas ( 20:00 hs às 22:00)
 
"O Grupo Capoeira Jireh está em 62 escolas infantis e
4 academias em Juiz de Fora,
 filiais em Bicas - MG e em Brasilia- DF."
 
 Vivência 
 
 
Mestrando Paulo Ricardo quando você começou a capoeira
e quem te incentivou?
Comecei em 1987, tinha 7 anos, com Mestre Amorim (Meia Lua) e passando certo tempo, meus pais se mudaram de bairro e conheci um amigo que fazia capoeira e ficamos treinando um pouco na rua em 1996 e logo após comecei a namorar uma garota que treinava em uma academia de capoeira (Palmares, Mestre César), 
matriculei-me e treinei algum tempo, mas como era menor de idade e meus pais não queriam pagar, pois estavam apertados financeiramente, diziam que eu só pensava em capoeira e não estava estudando, descobri que tinha um projeto social perto da minha casa (gratuito) onde fiquei até 2003 (Lua Branca, Mestre Paulo Elias), porém o Mestre decidiu deixar a capoeira contemporânea e ir para Angola, eu não queria isso então decidi sair, foi onde fui treinar com o então Prof. Índio (Aprendizes do Mestre King), em 2009 ele saiu da igreja a qual congregavamos juntos, a partir de então, por problemas externos à capoeira e os ideais cristãos que temos, oramos e saímos em 2010, depois criei o Grupo Capoeira Jireh, no qual o nome foi algo profético, pois Jireh vem de Jeová Jireh (Deus da Provisão), e desde abril de 2011 Ele tem abençoando tremendamente esse trabalho.
 

Mestrando Paulo Ricardo da época que você começou
para hoje em dia, a capoeira mudou muito?
Bastante, em vários aspectos, tecnicamente, organização, divulgação, profissionalização, estudos sobre e muito mais.
 

Mestrando Paulo Ricardo você já sofreu discriminação
por fazer capoeira?
Por viver e trabalhar de capoeira, sim inúmeras vezes.


Mestrando Paulo Ricardo qual a importância
da capoeira para crianças?
Sou suspeito em falar, mas na minha opinião é fundamental na formação do cidadão como um todo, física, cognitiva, psico, cultural e socialmente.
 
 
Mestrando Paulo Ricardo um lugar diferente
que você já praticou capoeira?
Serragem, pasto, praia, calçamento de pedra, asfalto, entre outros.
 

 
Mestrando Paulo Ricardo comente sobre a amizade na capoeira.
É algo fantástico, minha família (esposa, filha) vieram através da capoeira, meus amigos mais íntimos são da capoeira, conheci Jesus na capoeira, é algo que une as pessoas mais diferentes possíveis.

Mestrando Paulo Ricardo qual música que você mais gosta?
O hino do Jireh (risos), "O valor da capoeira" também gosto muito.
 


Mestrando Paulo Ricardo qual o movimento que você mais gosta?
Gosto de todos (risos), golpes, entradas, floreios e saltos desde que sejam bem executados.


Mestrando Paulo Ricardo um momento na capoeira inesquecível?
Festival Ford da Revista Capoeira em 2000, quando fiquei na segunda colocação.
FILOSOFIA CAPOEIRA JIREH
"Educar também é uma Arte"
 

 
#CapoeiraEmTodoLugar
#MestrandoPauloRicardo
 

Mestrando Paulo Ricardo o que a capoeira significa para você?
Um instrumento que Deus usou e usa para direcionar minha vida.
 

"Se temos um sonho, temos que acreditar sempre nele, pois tudo é possível para aquele que crê,
as tempestades da vida podem vir
e você permanecerá de pé. FP 4:13.
Podemos todas as coisas
Naquele que nos fortalece"
(Mestrando Paulo Ricardo)




Agradecemos ao nosso amigo e camarada 
Mestrando Paulo Ricardo, pela credibilidade, parceria e confiança em nosso trabalho. Aqui vai nossa parabenização pelo ótimo trabalho. (Trio Paranauê)

#CapoeiraEmTodoLugar

Nenhum comentário:

Postar um comentário